É hora de decidir sobre a contribuição sindical

Nos próximos dias, os médicos da região Norte do Paraná estarão recebendo as guias de cobrança da contribuição sindical 2018, emitidas pelo Sindmed. O valor para quitação  até 09 de fevereiro  é R$ 297,00 e R$ 315,00 até dia 28 de fevereiro.

Esse pagamento  é fundamental para que o Sindicato siga atuante na defesa do profissional da Medicina. O valor é pequeno, diante dos benefícios oferecidos e que destacam o fortalecimento da categoria;  a representatividade perante  setores públicos e políticos; o atendimento e a orientação jurídica, a realização de cursos e, sempre,  a defesa intransigente dos direitos do profissional.  A exemplo disso, lembramos a firme atuação do Sindmed  no processo que levou a Unimed Londrina  a recuar da decisão de reter honorários nos exames autogerados de várias especialidades, bem  como devolver  aos médicos os valores que vinham sendo retidos.

O Sindmed tem uma estrutura enxuta.  Todos os diretores doam seu tempo à causa. Nenhum recebe qualquer salário ou bonificação. “Desde o início, no ano de 2002 -  quando a ideia de criar um Sindicato nasceu e se desenvolveu a partir de demandas da classe –   até os dias de hoje, percorremos juntos um longo caminho. A luta por um Sindicato no Norte do Estado não foi nada fácil”, frisa o presidente do Sindmed, Alberto Toshio Oba, lembrando que  muitas batalhas judiciais foram necessárias e ainda estão sendo travadas.

Toshio  Oba ressalta também que o Sindicato é filiado à Federação Nacional dos Médicos (Fenam), que está entre as três mais importantes entidades médicas do Brasil, ao lado do Conselho Federal de Medicina e da Associação Médica Brasileira.

“São entidades muito sérias.  E o profissional precisa ter consciência da importância da representação da classe. Todos sabemos  que ser médico atualmente  está cada vez mais difícil: o avanço tecnológico e científico, políticas de saúde equivocadas ao longo de anos e múltiplos interesses econômicos em jogo deixam o cenário da profissão em constante mudança. Diante disso,  é a partir do pagamento da contribuição que nos manteremos na luta pela defesa da dignidade do médico”, garante o presidente do Sindmed.

Com a reforma trabalhista, que entrou em vigor em novembro do ano passado, o pagamento da contribuição sindical deixou de ser obrigatório e passa a ser facultativo. Ou seja, o profissional escolhe se paga ou não a contribuição ao sindicato que o representa.

Em caso de dúvidas, fale com o Sindmed:

WhatsApp (43) 99944-2979          Fone (43) 3341-2979
sindmed@sindmed.com.br           www.sindmed.com.br

 

Localização

LONDRINA - PR

Av. Harry Prochet, 1055
CEP: 88047-440
 

 

Contato

Telefone 43 3341-2979

sindmed@sindmed.com.br

 

Newsletters

Assine e receba as últimas atualizações.